• Rua Inácio de Moraes, 257 - Canela | RS
  • (54) 98112.8424
  • contato@seseventos.com.br
  • Redes sociais

Post de Teste

Por: Sandro Bonatto

Este cartão é um cartão de crédito como qualquer outro: você passa na máquina do lojista, digita uns números e depois sai com o que comprou de lá. A diferença é que ele tem tecnologias extras e uma limitação complicada. O cartão em si é feito em titânio e isso sozinho já seria motivo mais do que plausível e aceitável pra ostentação, mas tem mais.

O que chama atenção

O Apple Card exibe apenas o nome do usuário e o logo da Apple de um lado, com o nome da Goldman Sachs e MasterCard do outro. Todos os gastos são controlados pelo app Wallet e tudo é exibido de forma lúdica, com cores e sliders que ajudam na hora de entender o que é cada coisa.

Todas as compras geram retorno em dinheiro (cashback), com 1% para qualquer transação com o cartão físico, 2% para compras feitas com o Apple Pay e 3% pra tudo que for comprado de uma loja da Apple - o que inclui jogos e apps da App Store, iTunes, lojas físicas da empresa e a versão virtual também. Uma parceria com a Uber faz com que o cashback de corridas pagas com o Apple Card fiquem em 3%, além dos pedidos feitos pelo Uber Eats - outros parceiros de lançamento serão anunciados no futuro.